Pesquisadores mais Velhos tem sua produção científica reduzida!?

Publicado originalmente no site WCRodrigues em  07/03/2016

Motivação

Recentemente recebi um e-mail de um informativo onde o título de uma das matérias dizia “Estudo relaciona idade de pesquisadores à queda de qualidade nos trabalhos”. Até não vejo nada demais, pois é uma realidade inexorável que todo pesquisador tem que enfrentar alguns mais outros menos.

Fatos e Fonte Geradora

Entretanto a reflexão que fiz ao ler o artigo na integra “How to boost scientific production? A statistical analysisof research funding and other influencing factors” de autoria de Ashkan Ebadi & Andrea Schiffauerova (https://goo.gl/PmpLg8), me deixou incomodado é que a avaliação foi muito mais numérica e baseada em dados duros oriundos de uma base de dado restrita a SCOPUS.

Opinião

Os autores, como disse, são minimalistas na questão, mesmo que um País como Canadá há outros fatores além da idade que levam um pesquisador a reduzir a produção e mais o estudo não pode ser parâmetro para o Brasil, onde nossa realidade é completamente diferente, principalmente no que se refere a condição de pesquisador no Brasil, onde temos na verdade professores que fazer pesquisa e ao longo que de sua carreira acabam se envolvendo como gestão administrativa da sua instituição de vínculo, algo muito perigoso para a ciência, uma vez que a competência de um pesquisador e gerir um projeto nem sempre reflete na sua competência como gestor de uma instituição.

O artigo ainda atribui a ambição o fato da produção do pesquisador jovem ser maior, mas isso ao meu ver não procede. Há diversos fatores que poderia ter sido mencionados e estudados

Confesso, quando leio notícias de inferem/induzem a algo “sensacionalista” ou desproporcional, como pode ser visto http://goo.gl/xn3gnt, link parte gerador desta minha discussão, onde os autores afirmar ser o artigo original uma reviravolta, mas será que é mesmo uma reviravolta ou apenas uma realidade a ser encarada por quem realizada pesquisa, principalmente num País que há corte orçamentários e para pesquisa, seja pelo governo estatual ou mesmo federal.

Defendo que a estrutura brasileira de pesquisa, principalmente dentro da universidade públicas, é ineficiente, uma vez que não se dissocia a posição de pesquisador do professor, do pesquisador e do gestor. Assim tentar trazer um estudo estrangeiro a tona e lançar algo em nossa realidade destoante de onde o artigo foi concebido e publicado, não nos trás muita contribuição.

O artigo é enfático ao dizer que a qualidade dos artigos não forma verificadas, e não poderia pelo volume de artigos avaliados e mesmo (120.439). E ao concluir que a ambição é fator preponderante para produção dos mais jovens, vejo aí uma séria preocupação. Até que ponto esta ambição não se confunde com a vaidade do status de o pesquisador que mais produz e como sabemos a ciência, infelizmente, é feita para massagear o ego de muitos pesquisadores, que se quer pensam na aplicabilidade e uso dos seus estudos.

Conclusão

Os pesquisadores mais jovens podem produzir mais que os pesquisadores sêniores, mas quando pesamos qualidade e preocupação como a aplicabilidade, não há como comparar, pois o fator maturidade científica, permite a um pesquisador sênior produzir algo mais coeso e de importância mais contundente para a ciência e número, para mim não é sinônimo de qualidade e as métricas estão a cada dia que se passa se tornando ineficientes e prejudiciais para a ciência (http://goo.gl/URx2jO) onde vale apenas os números. E a qualidade onde e quando vamos começar a nos preocupar?

 

Anúncios

Um comentário sobre “Pesquisadores mais Velhos tem sua produção científica reduzida!?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s